quarta-feira, 24 de abril de 2013

Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor - 23.04.2013


No âmbito da efeméride, realizou-se na Biblioteca Escolar da Escola Profissional de Agricultura de Carvalhais a iniciativa “Somos «feitos» pelos livros que lemos”, em parceria com a BE da Escola sede do Agrupamento de Escolas de Mirandela.

Após ter sido explicado o significado subjacente à celebração deste dia em vários países e feita uma síntese do trabalho a desenvolver pelos alunos das duas instituições de ensino, passou-se ao momento intitulado “Eu sou o que leio!”, conduzido pelas docentes Conceição Carneiro (EPA) e Madalena Pinto (AEM), adeptas fervorosas da leitura.

Deste modo, a professora Madalena falou da sua relação com a leitura e com a escrita, tendo terminado com a recitação, de cor, de um poema da sua autoria.

Seguidamente, a professora Conceição Carneiro, recorrendo à excelente apresentação elaborada com a ferramenta Prezi, abordou a sua grande paixão pelos livros, partilhou leituras, explicou o funcionamento do Bookcrossing e relatou a sua experiência enquanto Bookcrosser. No final da sua enriquecedora intervenção, comunicou aos alunos que ia deixar pela Escola alguns dos seus livros para serem descobertos por leitores interessados e, durante o intervalo, os alunos encontraram-nos e ficaram com eles para ler.

 Depois, os jovens foram convidados a assistir a um vídeo – “Plágio vs. Inspiração”, extraído do programa Nativos Digitais da RTP2, e a resolver determinados exercícios sobre os direitos autorais, como forma de aplicação/ consolidação dos conhecimentos adquiridos, em trabalho de grupo, com a orientação dos Professores Bibliotecários, Dulce Correia e José Batista, e professores acompanhantes, terminando com a respetiva correção.

Após este momento, foi distribuído um guião a cada grupo para preparar a apresentação de um livro à escolha, recorrendo-se à ferramenta Prezi, com o intuito de o trabalho realizado ser exposto a todos os participantes.

Em suma, tratou-se de uma iniciativa que abordou, de forma integrada, três aspetos fundamentais, a saber, a importância e o prazer da leitura como forma de ler melhor o mundo que nos rodeia e crescer como cidadãos críticos, criativos e interventivos; o respeito pelos direitos de autor; a utilização das tecnologias.

De referir que os alunos se revelaram muito interessados e envolvidos em todas as ações desenvolvidas, bem como nas tarefas propostas, pelo que o balanço final é muito positivo.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Sem comentários:

Enviar um comentário