domingo, 20 de fevereiro de 2011

Visita de estudo - 10 de Fevereiro




No dia 10 de Fevereiro, os professores de Área de Integração, Henrique Costa, e de Português, José António Batista e Paula Pinto, realizaram, numa perspectiva interdisciplinar e em articulação com a Biblioteca Escolar, uma visita de estudo com as turmas do Segundo (TVE e TPC) e Terceiro Anos (TPA e THSTA) dos Cursos Profissionais que decorreu em Santa Maria da Feira e em Vila Nova de Gaia.
Assim, no período da manhã, realizou-se uma visita orientada ao Visionarium, em Santa Maria da Feira, inserida nos conteúdos programáticos da disciplina de Área de Integração relativos aos temas-problemas 3.2 Filhos do Sol e 3.1 O Homem e a Terra, nomeadamente: origem e constituição do Universo; a constituição do Sistema Solar; as dimensões no Universo – do microcosmos ao macrocosmos; a representação da superfície terrestre; a interacção Sol, Terra, Lua; o sistema Terra; o lugar da Terra e do Homem no universo; as grandes etapas da história da Terra; e os factores que estiveram na origem da evolução humana.
Durante a visita ao Visionarium, os alunos começaram por assistir a um espectáculo de multimédia alusivo à época dos Descobrimentos Portugueses e ao modo como o conhecimento da Terra e do Homem evoluiu ao longo do tempo. Posteriormente, os discentes visitaram as várias salas (Salas Terra, Matéria, Universo, Vida e Informação) do Visionarium, nas quais puderam participar activamente em variadas experiências no âmbito de diversos ramos científicos.
Após o almoço no Arrábida Shopping, da parte da tarde, das quinze às dezassete horas e trinta minutos, no âmbito do Módulo 11 – Textos de Teatro II – da disciplina de Português, os alunos assistiram, com agrado e interesse, à representação de um dos textos mais marcantes e importantes do teatro contemporâneo – Felizmente Há Luar! de Luís de Sttau Monteiro, encenado por Cláudio da Silva, no Auditório Municipal de Gaia, numa versão que a aproxima dos nossos dias.
Em síntese, quer a visita ao Visionarium quer o visionamento da peça de Luís de Sttau Monteiro foram duas actividades que, sem dúvida, corresponderam às expectativas dos alunos e enriqueceram o seu processo de formação, considerando-se o seu balanço bastante positivo.
A viagem contribuiu ainda, de modo profícuo, para a convivência saudável entre alunos e entre alunos e professores.

Sem comentários:

Enviar um comentário