terça-feira, 2 de março de 2010

O livro do mês de Março


Sinopse

Durante a Segunda Guerra Mundial, uma família alemã vai viver para perto de Auschwitz, pois o pai é um agente nazi. Bruno, o filho de oito anos, aborrecido por não ter ninguém com quem brincar naquele região despovoada, começa a explorar as redondezas e acaba por se tornar amigo de um rapaz, com um pijama às riscas, que vive do outro lado de uma vedação de arame farpado. Esta amizade entre uma das vítimas do campo e o pequeno Bruno terá consequências devastadoras e arrancará ao rapaz alemão a sua inocência.

Excerto da obra

«Ao regressar da escola, Bruno constata que as suas coisas estão a ser empacotadas. O seu pai tinha sido promovido no trabalho e toda a família tem de deixar a luxuosa casa onde vivia e mudar-se para outra cidade, onde Bruno não encontra ninguém com quem brincar nem nada para fazer. Pior do que isso, a nova casa é delimitada por uma vedação de arame que se estende a perder de vista e que o isola das pessoas que ele consegue ver, através da janela, do outro lado da vedação, as quais, curiosamente, usam todas um pijama às riscas. Como Bruno adora fazer explorações, certo dia, desobedecendo às ordens expressas do pai, resolve investigar até onde vai a vedação. É então que encontra um rapazinho mais ou menos da sua idade, vestido com o pijama às riscas que ele já tinha observado, e que em breve se torna o seu melhor amigo…».


John Boyne, nascido em 30 de Abril de 1971, é um romancista Inglês.
Ensinou língua inglesa no Trinity College, e Literatura Criativa na Universidade de East Anglia, onde foi galardoado com o prémio Curtis Brown. Já escreveu vários romances, assim como uma quantidade de contos que foram publicados em várias antologias e transmitidos por rádio e televisão. Os seus romances foram publicados em 29 idiomas. The Boy in the Striped Pyjamas é um dos "mais vendidos" em Nova York e uma adaptação para o cinema começou a ser filmada em Abril de 2007. Boyne reside em Dublim.

Alguns comentários da imprensa internacional:

"Um livro maravilhoso." - The Guardian

"Intenso e perturbador [...] pode-se tornar uma introdução tão memorável ao tema como O diário de Anne Frank foi na sua época." - USA Today

"Um livro tão simples e tão bem escrito que se aproxima da perfeição." - The Irish Independent
Esperamos que este livro seja do vosso agrado e escrevam um breve comentário sobre ele aqui no blog da BE/CRE.

Boa leitura!

Sem comentários:

Enviar um comentário